NAVEGUE AQUI

terça-feira, 31 de agosto de 2010

QUE DROGA!!

Eu odeio meu pai! Ele bateu no meu rosto! Exclamava o moço com dor e ira.
A dor de dez anos ainda ardia em sua face e o grito da alma era como se estivesse ocorrendo naquele momento.
Meu nome é Walter e sou esse pai odiado.
O que escrevo hoje, o faço olhando pelo retrovisor do tempo. Sou pai de três filhos, todos casados, somos uma família feliz! Nos amamos, nos respeitamos e resolvemos nossas diferenças de forma cristã.
Nem sempre foi assim, no período da adolescência, perdi um deles para o álcool e as drogas. Foi um período muito triste em nossas vidas. Foram doze anos sem café e almoço à mesa, sem sorrisos, sem abraços e sem noites sossegadas. Tínhamos medo, insegurança, ira, amargura, tristeza, coisas roubados, dinheiro sumido e um pressentimento que a morte rondava nossas vidas. Deixamos de viver como família.
Como isto pode acontecer dentro de minha casa? Buscava resposta nas diversas áreas da minha vida e de alguma forma sempre me via justificado: trabalhador, correto nos negócios, pastor evangélico e comprometido no casamento. Não via nada que pudesse ter gerado a crise. Bete e eu, oramos a Deus, pedindo que nos ajudasse a encontrar a porta por onde a droga entrou na vida de nosso filho e em nossa casa. Pois todos nós sofríamos com a droga.
Um dia, mesmo dopado, a dor foi expressa: “Meu pai me bateu no rosto, em frente aos meus amigos. Ele me humilhou! Eu o odeio.”
Pedi e Deus mostrou a porta por onde o mal nos atingiu. Fiz o que Bíblia manda. Aguardei um momento de sobriedade do Esdras e olhando dentro dos olhos dele, confessei o meu pecado e pedi perdão. Abraçamos e choramos. Deus iniciou um processo de cura na vida dele. Os sentimentos ruins foram removidos e sem nenhum tratamento de desintoxicação, Deus o libertou! Oito anos já se passaram desde que voltamos a ser família! É como se nunca tivesse acontecido!
Ele é um discípulo de Jesus Cristo, um bom filho, esposo e pai!
Lição: Nem sempre a origem do mal está lá fora!
COMPARTILHE:

6 comentários:

  1. Me emociono e aprendo com seu relato. Compartilho contigo a alegria de olhar para seu filho. Levo seu exemplo para minha vida e família.

    Abraços.

    Guímel.

    ResponderExcluir
  2. Cada vez que ouço essa historia me emociono profundamente. Meu coração salta de alegria porque sei que Deus é podereoso pra fazer isso em outras familias tbm
    Abraços

    Nana Bilac

    ResponderExcluir
  3. Precisa ter coragem para assumir a culpa diante de tal situação, mas, o presente mostra que a sua atitude foi o melhor remédio. Abraços.

    Arlei

    ResponderExcluir
  4. É muito bom saber que podemos crescer como igreja, levando a vida de Deus através das nossas atitudes e experiência aos irmãos. Obrigada por compartilhar da sua dor passada e hoje da satisfação e alegria em ter acertado como pai. Obrigada por não ter desistido do Vini(meu bom e fiel amigo) e por me ensinar que mesmo tentando acertar, erramos muito. Sua história sempre me ajuda a educar o Rafa...muito obrigada!

    ResponderExcluir
  5. Prezado Pr Walter. Me alegro com sua coragem. Você é um verdadeiro homem de Deus. Arrepender-se, ainda que rara atitude nos homens de hoje, ainda se constitui a porta de acesso ao coração de nossos queridos. Também fui ferido pelo pesado braço de meu velho pai. Alcoolizado e vendido pelo desespero naqueles dias conhecemos a pior face de um homem sem Deus. Mais tarde também me excedi com minhas três filhas, o que me fez odiar a mim mesmo. Quase destruí meu lar. Mas a Graça de nosso Senhor Jesus Cristo foi maior e hoje estamos libertos da ofensa do pecado. Vivemos em harmonia! Fomos curados! Graças a Deus pela sua vida, irmão. Graças a Deus pelo Evangelho da Reconciliação. Graças a Deus por Jesus Cristo!
    Prcesarlara@gmail.com

    ResponderExcluir
  6. Nossa Pastor tantas lutas, tantas angústias que passaram e graças ao nosso Bom Deus a vitória chegou para todos da família, sempre admirei seu ministério, conhecendo-o mais um pouco admiro ainda mais. Agradeço a Deus por toda sua família. Que Jesus continue abençoando-os cada dia mais e mais. A Graça e a Paz do nosso Senhor Jesus.

    ResponderExcluir