NAVEGUE AQUI

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Coisas de Menino

Quando adolescente entrei em contato com as estórias dos Invencíveis Gauleses. Seus ícones: Obelix, Asterix e o famoso druida Panoramix, conhecedor único da porção mágica que tornava os guerreiros indestrutíveis. O lema de um bom gaulês era: “só tenho medo que o céu caia sobre minha cabeça.”

Eram contos hilários que satirizavam o poderoso Império Romano que mesmo com seu poderoso exército não conseguia vencer os gauleses. César tinha ataques de pânico quando ouvia falar da Gália. Um dia, um dos conselheiros disse a César que sabia como derrotar os, até então, invencíveis gauleses.

Foi-lhe apresentado um homem desprezível quanto à estatura, força, beleza e habilidades bélicas, fato que irritou muito o imperador: como alguém tão insignificante pode vencer uma tribo que meus poderosos legionários tremem só de ouvir falar? Seu conselheiro pede vênia, e apresenta sua arma secreta: origem: Cizânia. Habilidade principal: semear contenda entre os pares, sejam líderes, casais e até no alto comando.

Foi assim que o infiltraram, disfarçado de um pobre comerciante de bugigangas orientais e em pouco tempo o clima de conspiração estava instalado na aldeia gaulesa. Desapareceu a confiança, união, os inseparáveis Obelix e Asterix estavam intrigados e a tribo tornou-se vulnerável, culminando com uma batalha interna. Foi nesse momento que Roma atacou impondo uma derrota entre os até então invencíveis.

Agora, deixemos as coisas de menino e vejamos Provérbios 6.14-19 (NVI): 
"O perverso não tem caráter. Anda de um lado para o outro dizendo coisas maldosas; pisca o olho, arrasta os pés e faz sinais com os dedos; tem no coração o propósito de  enganar; planeja sempre o mal e semeia discórdia. Por isso a desgraça se abaterá repentinamente sobre ele; de um golpe será destruído, irremediavelmente. Há seis coisas que o Senhor odeia, sete coisas que ele detesta: olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente, coração que traça planos perversos, pés que se apressam para fazer o mal, a testemunha falsa que espalha mentiras e aquele que provoca discórdia entre irmãos."

Olhos altivos: alguém que se sente superior aos outros. Fp 2.3
Língua mentirosa: cria fatos sobre as pessoas. Filho do pai. Jo 8.44
Mãos que derramam sangue inocente: leva o inocente à morte. I Jo 3.15
Coração que traça planos perversos: age com segundas intenções. II Sm 16. 1-4
Pés que se apressam para fazer o mal: é ágil em fazer uma desgraça. Físico ou verbal.
Testemunha falsa que espalha mentiras: diz que viu e ouviu, sem ser verdade.
Aquele que provoca discórdia entre irmãos: transita bem entre os irmãos, enquanto espalha discórdia.
Esse último, com certeza veio da “cizânia”, é mestre em cisão e tem a capacidade de enfraquecer igrejas, promover cisões, separar irmãos usando a arma de destruição mais poderosa da terra: a língua. Não tenha dúvida: “a desgraça se abaterá repentinamente sobre ele; de um golpe será destruído, irremediavelmente.” (vs 15)

 Como podemos notar, isso não é coisa de menino. É nitroglicerina. “Sem lenha, o fogo se apagará; e não havendo intrigante, cessará a contenda”. (Provérbios 26:20)

Lição: A intriga e a discórdia anulam até poderes especiais.

Walter da Mata
COMPARTILHE:

6 comentários:

  1. Pastor achei muito interessante este texto, gosto de quando é feito além da história da bíblia,me envolvo mais e até entendo com facilidade... Obrigado! Como na palavra de Deus diz, ela nunca volta vazia. Papai do ceu te abençõe com essas palavras construtivaas!

    ResponderExcluir
  2. Pastor ...adorei o texto....muito bom! Gosto quando o Senhor contextualiza. Boca de Deus na igreja!!!!
    Deus abençoe

    ResponderExcluir
  3. Pastor Amós Batista,comentou por email:
    Com ceretza um texto extraordinário, como os que você sempre escreve. Texto enxuto e profundo em sua reflexão. Deus continue abençoando a sua vida.
    Semana de bençãos meu amado

    ResponderExcluir
  4. Mariano, por email:
    Gostei, Mata. Muito legal. Prossiga!
    Grande abraço,
    Mariano.

    ResponderExcluir
  5. Muito bom, serve para ficarmos mais atentos com os "cizãos" modernos.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  6. Me inclui junto com tantos irmãos queridos que deixaram seus depoimentos, e me senti no fim da minha carreira ministerial fracassado. Não estou me sentindo bem agora depois de meditar no seu depoimento querido colega, me vi nele.
    Sinto que meus dias estão contados, saúde problemática, sou acompanhado na Unicamp de Campinas, e lá ouço cada ver que retorno: "seu estado é grave", e sinto meso cada dia a força vai acabando, a glicemia já comeu meu coração, meus nervos, chegou ao cérebro, quero fazer a igreja que Deus colocou em minhas mãos voltar as origens, e sinto querido colega que FRACASSEI. Dia 20/12/2017 será meu 10º cateterismo e dizem: é de risco... e eu me atropelo por dentro e sinto vergonha de Deus porque...FRACASSEI. Gostaria de saber chorar pra não me arrebentar por dentro, mas não consigo. Doente assim, Deus, em dois anos recolheu minha filha, braço direito no meu ministério de sepcemia e depois meu filho, menino de Deus, de AVC. Hoje, eu com 77 anos, minha esposa, com lupus bem avançado, só eu e ela, parece que as minhas ovelhas não se lembram mais de mim... ME SINTO FRACASSADO. Me perdoa meu nobre colega o desabafo, pois eu queria encontrar alguém parecido comigo, encontrei e desabafei. Que a paz do Nosso Deus esteja hoje e sempre acampado no colega, esposa, família e igreja. A m é m.

    ResponderExcluir