NAVEGUE AQUI

sábado, 29 de janeiro de 2011

Confesso que fracassei!


Não me esqueço da insistência de Deus em me conduzir ao ministério pastoral. A idéia de ser pastor não me atraía, o que me atraía era a Palavra, pois comecei a estudar a Bíblia de modo intencional aos doze anos de idade.

Por mais que eu olvidasse, a voz de Deus apresentava-se cada vez mais viva. Mesmo assim fiz minha rota de fuga, seria um profissional secular e apoiaria o reino de Deus ajudando uma igreja local no ministério do ensino, pois sou apaixonado por aprender. Foi deitado no leito hospitalar que fiz minha rendição ministerial.

Dentro de pouco tempo, lá estava eu, pastor de uma igreja. Já se passaram 24 anos. Naquela época eu tinha dúvidas sobre ter ou não o perfil pastoral. Hoje tenho certeza que não. Pelo menos nos atuais indicadores de sucesso. Neste período, perdi um colega pastor para a diabetes; outro de parada cardíaca; outro luta com a coronária obstruída; fui a funerais de muitos pastores da denominação; visitei membros hospitalizados; fiz muitos sepultamentos; apoiei casais em crise; chorei diante de divórcios; não atraí milionários para lista dos membros da igreja; assisti impotente, alguns problemas evoluírem de agudos para crônicos e, muitas vezes, não percebi a mão de Deus fazendo as curas que eu julguei tão necessárias. Aqui, sou um fracasso

Na igreja que sou pastor tem sofrimento, doença crônica, famílias disfuncionais, perversões sexuais, pessoas precisando de apoio alimentar, mentira, avareza e outras manifestações das obras da carne. Fracassei de novo.

Parece que existe um paraíso eclesiástico que eu nunca conheci: Igrejas onde Deus é obrigado a curar todas as enfermidades, portanto, o pastor não faz visita hospitalar e nem funeral, já que ninguém é internado e nem morre por excesso de saúde. Não existem cestas alimentares para apoiar os carentes, pois todos são prósperos e também não precisa de ministério de aconselhamento e restauração, pois todos os males são exorcizados no “corredor dos ossos de Eliseu”. Aqui fracassei de novo.

Lá no púlpito só existe sucesso. Eles nunca choraram no púlpito ou as ocultas, como eu chorei, vivendo a dor de um filho preso às drogas. Por misericórdia Deus o libertou. Mas esse não é um ponto positivo em um pastor de sucesso. Outro fracasso.

Será que não vi Deus agir nesses mais de vinte anos de pastorado? Claro que vi. Temos pessoas na igreja que são testemunhas vivas do poder transformador de Jesus. Temos muitos ex: drogados, alcoólatras, pervertidos e outros.  Temos casamentos sólidos, jovens comprometidos, parcerias com quatro frentes missionárias, pessoas que voluntariamente contribuem com seus dízimos e ofertas, instalações modestas e uma boa administração. Nem por isso fiquei rico. Mais um fracasso.

Se tivesse a oportunidade de mudar meus valores para desfrutar de um modo “próspero” de ser pastor, fracassaria de novo, pois diria não.

Diante de tanto fracasso, talvez a frase de minha lápide será: Aqui jaz o sucesso do fracasso.

Walter da Mata
COMPARTILHE:

19 comentários:

  1. Achar alguém com coração de pastor hoje em dia, infelizmente esta muito raro, são poucos aqueles que apesar dos constantes "fracassos" permanecem fieis e integros, e o Senhor é um deles, eu tenho muito orgulho de tê-lo conhecido e de ter sido, embora por pouco tempo uma de suas ovelhas. Só posso orar para que o senhor continue obtendo muito sucesso em fracassar assim. Abraços, (ja estou em ritimo de despedida)

    ResponderExcluir
  2. Pastor Walter, assim como "mares calmos não fazem bons marinheiros", "igrejas sem tribulações não fazem bons pastores".

    ResponderExcluir
  3. Pr. Severino Silva, por email:
    Sei, que a tua fidelidade, leva-me a vida mais além do que possa imaginar.
    Não desanimes, Deus proverá. Deus velará por ti.
    É assim. Todos nós fracassamos porque somos idealistas e realistas. O povo, o povo gosta de ser enganado, de ser esplorado, da mentira. Nòs, que pregamos o evangelho da libertação pelo conhecimento da palavra e não pela ação escravagista dos "grandes" líderes da mídia, teremos que fracassar. Porém, Deus não nos abandonará. Algum dia, algum momento, ele nos surpreenderá. Eu crieo.

    ResponderExcluir
  4. Célio Alê, por email:
    Com todo respeito que eu tenho pelo senhor,eu não concordo com essa idéia de que tenhas fracassado.A minha certeza no que digo vem do próprio Cristo.Os próprios discípulos vacilavam prá caramba.Uns dissimulavam,outros duvidavam outros o negaram e finalmente um o traiu.Tô falando isso,porque sou um tremendo vacilão,e as minha falhas,não te tira o mérito,o grande mérito de ensinar o caminho certo.Dindão,se assim o fora,Jesus também teria fracassado.Te amo!!!

    ResponderExcluir
  5. PASTOR,ME DESCULPE C TO SENDO IGNORANTE,+ DEVO MUITO A GRANDE OPORTUNIDADE Q DEUS ME DEU EM VIR A 15ANOS ATRAS CONGREGAR NA FAMILIA MANANCIAL...EU ESTAVA COM CARTA PARA OUTRA IGREJA,+ GRAÇA A DEUS,TO AQUI(CONGREGO NO SETOR),E COM CERTEZA FORAM MUITAS D SUAS PALAVRAS E DOS MEUS AMADOS PASTORES(ATRAVES DE SUA LIDERANÇA)QUE HOJE TENHO UM CASAMENTO RESTAURADO,MINHA FILHA VOLTOU PARA OS PÉS D DEUS E MEU FILHO TEM CAMINHADO...(C É ASSIM...VALEU) POR TUDO MEU QUERIDO PASTOR FRACASSADO.

    ResponderExcluir
  6. Pastor Walter da Mata... Certamente seu ministério e sua vida é um fracasso... mas aos olhos de humanos que ainda não foram Lavados pela Palavra e não tem o Espírito de Deus, como guia, orientador, consolador...

    Certamente aos Olhos do Todo Poderoso, nosso Deus, você é mais do que vencedor... somos aquilo que Deus diz que somos... Somos povo escolhido, nação santa, noiva do Cordeiro, Sacerdócio Real, comprados,lavados e remidos pelo Sangue do Cordeiro....

    Pastor, que o Senhor, nosso Deus, continue a te usar como instrumento em suas màos, quer no consolo, na exortação, orientação enfim que possa usar-te como convém a Ele....

    que a Paz o Amor e as Consoloções de nosso Senhor, sejam contigo, sua família, seu ministério, sejam com aqueles que o Senhor separou para que fossem orientados por ti... Que o Senhor te dê abundantemente Sabedoria aliada com a humildade e temor do Senhor!!!!

    Abraços de seu Irmão em Cristo,
    Wilmar S. Silva.

    ResponderExcluir
  7. Comentário postado como diná salustre,

    mas meu e-mail é : Wilmarsanderson@hotmail.com

    Abraços,

    ResponderExcluir
  8. Pastor Walter, por mais esse motivo eu agradeço a Deus, agradeço então pelo seu "fracasso" e quero agradecer por ele por muito mais tempo! O seu "fracasso" é pra mim um conforto, e uma direção e motivo de esperança em saber que é possivel viver a Palavra com verdade hoje em dia! Por tudo isso agradeço a Deus pois ele frustra os nossos planos e cumpre ainda hoje os Dele!!
    O senhor é instrumento de benção nas nossas vidas!

    Milena Fernandes

    ResponderExcluir
  9. Seu fracasso foi a razão de muitos sucessos em minha vida.

    Aliás, se for para eu ter sucesso na vida e não conseguir servir a Deus, pelo menos, como você serve, então eu também fracassei.

    ResponderExcluir
  10. Amado Pastor,
    Acredito eu, que todos nós que estamos de passagem para o nível de "escolhidos" e não apenas de "chamados" experimentamos esse tipo de "fracasso".
    Talvez esse seja o motivo do desabafo do profeta Jeremias (cap 20 a partir do v 7).
    Abraham Joshua Heschel, na sua obra: Os Profetas, diz que o homem (e também a mulher) de Deus, experimenta o Pathos Divino. Muito além das palavras (profecia), o profeta experimenta o "peso" do coração de Deus.
    A sua experiência de rejeição (dele e da sua mensagem) é a mesma experimentada por Deus diante da rejeição de Israel.
    Isso fica muito claro na passagem do cinto podre.
    Portanto meu companheiro de fracassos, que esperemos sempre no Senhor, pois Ele há de retribuir a cada um segundo as sua obras, 2Co 5.10.
    Ahhh!! Quanto a arrogância dos líderes de hoje não vale a pena comentar...
    Grande abraço e um ósculo santo!

    ResponderExcluir
  11. Pai;
    Se a liderança política e religiosa do Brasil tivesse um caráter parecido com o seu ,a realidade da Igreja e do Brasil com certeza seria outra.Teriam seus " fracassos" mas seriam íntegras e honestas.
    Como alguem que te conhece intimamente a 32 anos sei do que estou falando de um Homem de Deus que não come na mesa de Jezabel e talvez por isso seja um "fracasso".
    Obrigado por ser uma referência para mim e para muitos.
    Dentro deste contexto seu fracasso é meu orgulho.
    De seu filho ex drogado Esdras Vinicios

    ResponderExcluir
  12. Olá Pastor Walter...
    Acredite não é só o senhor que se sente assim... mas aprendi com o senhor que enquanto estivermos dispostos a ouvir a Deus e ATENDÊR o seu chamado estamos no caminho certo. Deus não o colocou aqui por acaso. Lembro-me de quando falou comigo e me chamou pelo nome... e se preocupou em como eu me sentia, me diga qual desses pastores de "sucesso" sabem o nome de cada uma de suas ovelhas? Qual deles ofuscados diante de tanto "sucesso" conseguem ter um tempinho para ajudar famílias com a laje de uma casa, ou se preocupa com o carro roubado de alguém? Querido Pastor, existe sucesso maior do que Amar e ser amado? Em se preocupar como próximo, neste mundo tão individualista e que a maior necessidade do ser humano não é os bens, mas o amor, o abraço e o perdão.
    Acredite o fracassado não é o senhor que se entrega tanto pela igreja e sim nós que fazemos tão pouco por ela.

    ResponderExcluir
  13. Caro Walter: Esse texto reflete aquilo que muitas vezes pensei durante o exercício de meu ministério. Parabenizo vc pela sinceridade e por realizar um diagnóstico tão pleno dos dilemas pastorais. Trata-se de um dos poucos textos que conseguiram realmente me emocionar e refletir. Que Deus o abençôe e que vc continue essa trajetória repleta de "fracassos" que representam o sucesso de muitas vidas e o crescimento do Reino de Deus aqui na terra. A ti resta o consolo de perceber que por mais que a lute denote um certo fracasso, vc colherá sucesso eterno diante do Pai.

    Grande abraço

    Luciano Zanzoni

    ResponderExcluir
  14. Amado,

    Que Deus permaneça te abençoando. O pouco que conheço da tua vida me enche de alegria em ser sua ovelha e fazer parte do rebanho Manancial e continuaremos juntos, cada vez mais "fracassados" no Caminho até que estejamos na Glória. Por falar nisso, que bom que Deus nos dará a oportunidade de reconhecermos, nos céus, os nossos irmãos daqui da Terra, então poderei te apresentar à todos aqueles que não tiveram o privilégio de te conhecer antes.

    Te amo em Cristo!
    Milce

    ResponderExcluir
  15. Pastor Beniro comentou por email:
    Da Mata,
    saudacões.

    Inicialmente queria contrariar (usar daquele gostinho de rebeldia e de "inteligencia" do mal que todos temos ou de resistência por não ter sido voce o autor),. mas gostei.
    Percebo também que há um toque, um espetar para incomodar aos que lêm.
    Ponderei, pensei e após oito dias internado no Santa Helena (estou passando por dificuldade no andar, postura e muitas dores - reumatismo; e agora agregou problemas cardíacos), resolvi comentar.
    Fracasso:
    - Ruína, desgraça;
    - Ter mau êxito, arruinar-se, falhar.
    Podemos ter duas vertentes:
    - Humana - pressão da sociedade;
    - Biblica - padrão moral lá exigido.
    Só que a igreja é a reunião das duas coisas.
    Mas a Bíblia é essencialmente moral e ético.
    Como pode então um pastor se julgar um fracasso?
    Aceito apenas a seguinte:
    - Objetivos pessoais e/ou pressão dos que em volta estão.
    Nem tudo se desenvolve de acordo com nossos paradígmas ou vontade.
    As pessoas, os seres vivos humanos, tomam rumos que divergem de tudo que lhe foi ensinado, doutrinado ou pedido.
    É inato, quer dizer: é invisível e interno, não demonstrado aos pais, educadores, formadores de opinião. E aqui incluo os pastores.
    E isto muito facilmente.

    As ações do Espírito Santo só são para aqueles que vivem piamente e de vida constante.

    Amém,

    ResponderExcluir
  16. Olá Pastor. hoje cedo digitei no google "fracassei em meu chamado" e achei seu lindo depoimento, o interessante é que me identifico com o mesmo após 11 anos de Ministério, agradeço pela sua sinceridade em mostrar a nossa fragilidade diante de tão grande responsabilidade de conduzir o rebanho de Deus em dias tão difíceis; agradeço por sua vida e sinceridade. que Deus nos abençoe.

    ResponderExcluir
  17. Sabe, fazem dois dias que entreguei a igreja em que sou pastor. O meu líder regional não entendeu, eu dei 3 meses para conseguir um substituto. Olho para minha igreja, vejo quanto já lutei, quanto já chorei e não vejo ela crescer. O estopim foi um irmão que foi visitar um desviado que tinha me dito que saiu da igreja por causa de sua esposa (mau testemunho dela), FIZ DE TUDO PRA AJUDAR, mas ele não quis. Mas quando recebeu visita desse irmão, disse que saiu por eu não o ter ajudado, e o irmão simplesmente meteu o pau em mim. Eu perdi amigos por ajudar esses irmãos, por defendê-los mesmo sabendo que tinham errado. è muito injusto, sou formado em três faculdades, abri mão de um bom salário pelo ministério. Só uma coisa não abro mão, é de meu Jesus, dele não deixo, pois é o único que tem sido fiel.

    ResponderExcluir
  18. Caro Pastor Walter
    se todos os fracassados tivessem o seu sucesso, o mundo estaria salvo.
    Pois duvido muito que quando chegar a hora de fechar a contabilidade com Deus o seu fracasso, não irá lhe reder bons créditos.
    Uma Grande Fã!!!!

    ResponderExcluir
  19. Caro Pr Walter da Mata, pelos comentários, vejo que nem todos compreenderam sua mensagem! Vc usou uma linguagem que o sábio Apóstolo Paulo usou em suas epistolas e o SENHOR JESUS também nos Evangelhos. Mas é isso mesmo: Eu não sou,mas ELE é.Eu não tenho,mas ELE tem. Eu não posso,mas ELE pode! Eu sou pequeno,mas ELE é GRANDE! Eu não sou nada,mas ELE é TUDO! Precisamos mesmo entender que sem ELE nada poderemos fazer. Mas com ELE, somos mais do que vencedores!O poder DELE se aperfeiçoa na nossa fraqueza. Para que tudo seja DELE e por ELE. À ELE(JESUS)seja Glória na Igreja.
    Após 31 anos de Ministério Pastoral,também tenho que reconhecer que sou um "fracassado",mas vencedor,Gaças à DEUS!
    Tudo podemos NAQUELE que nos fortalece. Aleluia!!!
    Pr Jeferson Martiniano-LISBOA/ODIVELAS

    ResponderExcluir