NAVEGUE AQUI

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Amor é assim - A história dos Fran-Fran



Lá vem ele: risonho, bem humorado e falante; a cada passo inclinando-se para o lado. Ela, por sua vez, um pouco mais silenciosa e reservada. Seguindo o casal, vêm um menino e uma menina, ambos pilhados.
             
Foi em visita pastoral que me interessei pela história deles. Era um momento de crise, dessas que todos os casais experimentam, quando parece que tudo está acabado e que a relação tornou-se impossível. Ele ressabiado e ela foi logo dizendo: não tenho nada para dizer sobre as nossas vidas. Acabou e eu não espero mais nada desta relação.
             
Como não raramente acontece, eu não sabia o que dizer diante do impasse. Orei a Deus que me ajudasse a ser um ajudador.  Então, pedi a ela que não falasse do problema, mas que apenas matasse minha curiosidade: como foi que vocês se conheceram? Depois eu iria embora.
             
Sua mente viajou no tempo e “sem querer, querendo”, foi expondo em meio à voz embargada:

            
 --- Quando entrei na lanchonete, uma voz se destacava entre um grupo de amigos, tanto pelo volume, como pela alegria e bom humor. Trocamos olhares, depois de algumas palavras lá estava eu assentada à mesa com eles. Foi um encontro e uma paixão. Não falamos sobre namoro, amor, mas marcamos de nos encontrar, agora, sem o grupo de amigos. Tinha certeza que fisgara o coração dele.
             
Quando o grupo se levantou para sair, tive um choque. Ouvi barulhos de ferros se encaixando para que o Fran se pusesse de pé. Ele era portador de necessidades especiais, devido à paralisia infantil, e só agora eu percebera. O que fazer do encontro marcado? Fui para casa e o coração discutia com meu cérebro, mas, vencida pelo coração, fui ao lugar e dia marcados. Tinha certeza que era com ele que eu desejava passar o restante da minha vida e ser mãe dos filhos dele.
             
Com apoio de amigos e irmãos, dentro de algum tempo as portas do templo se abriam, para que ao som da marcha nupcial, ela, que também é Fran, adentrasse vestida de branco, para juntos jurarem amor eterno.
            
 A esta altura do relato, seus olhos jorravam lágrimas de alegria e dor misturadas e seu coração estava quebrantado, pronta a pedir perdão, pois em sua ira, atacara exatamente os limites do Fran. O amor estava lá, apenas escondido sob uma camada de mágoas. Oramos e fui embora.
             
O que me comoveu e fez escrever a história dos Frans foi a frase: “mesmo tomando consciência de suas deficiências, o meu coração já o amava e desejava viver com ele o restante de minha vida e ser mãe dos filhos dele”. Que cada casal, ao experimentar momentos de trevas no amor, e todos vivem esses momentos, possam recordar que a decisão de viver juntos não foi motivada pela perfeição do outro, mas sim em razão do quanto se estava amando.
            
 Fecho a história com a paráfrase de I Pe 4.8 “Que nós os casados, deixemos nos queimar de amor uns pelos outros, porque o amor cobre uma multidão de defeitos, protegendo um ao outro, enquanto o crescimento vai acontecendo”
COMPARTILHE:

5 comentários:

  1. Ótimo! Parabéns...Classificação morfossintática:
    - [parabéns] substantivo masc plural ; plural de parabém (em desuso). Interjeição que expressa o desejo de que tudo vá bem à pessoa felicitada, i.e. "para o bem" de alguém.
    Etimologia:. para + bem.
    Sinônimos:. congratulações; felicitações.
    Antônimos:.
    Palavras relacionadas:. aniversário; casamento; conquista; vitória; formatura.

    ResponderExcluir
  2. O cordão de três dobras não se rompe com facilidade!!!Como Deus é maravilhoso!

    ResponderExcluir
  3. Pr Jeferson Martiniano-PORTUGAL30 de agosto de 2012 16:11

    Graças a DEUS!!! O Amor tudo suporta ,tudo crê, tudo espera...
    o Amor sempre vence. Temos que Amar!!! O Amor vence tudo. Mt boa a extratégia usada ,Pr Walter: Ouvir os conjuges. O dialógo é fundamental para que os ajustes no matrimônio e em todas as relações entre as pessoas. Parabéns pelo exito em mais essa batalha na obra que DEUS te confiou: Tratar das ovelhas DELE.

    ResponderExcluir
  4. Amém, obrigada pastor por nos proporcionar o compartilhamento do nosso testemunho de vida. Que Deus abençoe a todos os casais que por algum motivo esqueceram de como tudo começou e o quanto vale a pena lutar para que tudo dê certo. Deus abençoe a todos.

    Franciangela e Francisco Suaid
    Os Fran-Fran

    ResponderExcluir
  5. Ricardo e Sheila - Curitiba/PR15 de setembro de 2012 20:00

    Falar de um momento desses é realmente desafiante, mas me arrisco. Meu casamento também já teve momentos assim, mas digo uma coisa, o Espírito que vive em nós, que é perfeito, nos faz enxergar que Ele escolheu ela pra mim e eu para ela, então, somos um, não podemos viver longe um do outro, isso já foi escrito com caneta que não apaga, todos os dias nos olhamos e sabemos que pelo amor que Deus colocou em nosso coração, somos eternamente felizes, mesmo em tempos turbulentos, o testemunho dos Frans, me faz ver que realmente quando Ele escolhe alguém para viver conosco aqui na terra, ninguém, absolutamente ninguém vai nos separar, porque Ele é justo e fiel em tudo que faz, parabenizo o Pr. Walter, por ser dependente do Espírito Santo, pois pediu orientação, sabemos que sem Deus não temos sabedoria necessária para aconselhar pessoas e casais. Deus abençoe à todos.

    ResponderExcluir