NAVEGUE AQUI

sexta-feira, 16 de maio de 2014





De que morreu?



Entalado pelas palavras que deixou de falar!
Afogado pelas lágrimas que deixou de chorar!
Aprisionado pelo ódio que insistiu em guardar!
Sufocado pelos perdões que deixou de liberar!
De queda do orgulho que insistiu em sustentar
!
Da falta de arrependimento que deixou de sentir!
Eletrocutado pelas mentiras em que se agarrou!

Abandonado pelos  amigos que deixou de conquistar!
Agarrado aos bens que insistiu em ajuntar!
Imobilizado pelos abraços que deixou de dar!
Entediado pelos sorrisos que deixou sorrir!
Condenado pelas pessoas que viveu a julgar!
Confrontado pelas negações que sustentou!
Abafado pela máscara que insistiu em usar!
Paralisado por um coração que deixou de amar!

Walterdamata
COMPARTILHE:

2 comentários:

  1. Ótimo texto! Tenho medo de: Morrer... "Entalado pelas palavras que deixou de falar!
    Afogado pelas lágrimas que deixou de chorar!"

    ResponderExcluir
  2. Pastor Sidraque Pinheiro, por email;
    Já te disse, pérolas como essas, devem ser imortalizadas em um livro.
    Abraço fraterno

    ResponderExcluir