NAVEGUE AQUI

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

O QUE APRENDI NO DEVOCIONAL NO SALMO 35



O QUE DIZ SOBRE DEUS

1.     Ele se interessa pelas lutas que estou           vivendo; 1
2.     Ele tem armas de defesa; 2
3.     Ele tem armas de ataque; 3
4.     Ele fala direto no interior do coração do homem; 3
5.     Ele faz o inimigo bater em retirada, como palha soprada pelo vento; 5
6.     Ele é Senhor e Salvador; 9
7.     Ele é a proteção do fraco, diante do forte; 10
8.     Ele tem um tempo certo para intervir; 17
9.     Todas as coisas são vistas por ele; 22
10.    Ele é Juiz e a própria Justiça; 24
11.    Ele se alegra quando seus filhos desfrutam paz; 27

COMO ISSO SE APLICA A MINHA VIDA

1.     Eu estou em constante batalha, sofro ataques todos os dias; 1
2.     Deus está comigo em meio as minhas lutas. Ele tem armas estratégicas para me livrar; 2-3
3.     Sua voz falando no profundo do meu ser, me da segurança; 3
4.     Não tenho medo de conspirações, Deus confunde todas; 4 e 8
5.     Celebro cada livramento que Deus faz; 9
6.     Eu sou frágil, mas posso contar com um Deus forte a meu favor; 10
7.     Quando sofro uma acusação sem causa, me entristeço; 11-12 e 23
8.     Não consigo me alegrar com o sofrimento dos que me perseguem. Deus me deu  graça a ponto de orar e jejuar em favor deles;  13-14. Mesmo  sabendo que se alegram com os meus fracassos; 15-16
9.     Muitas vezes sinto com se estivesse sob ataque de feras, nessas horas eu clamo que Deus  intervenha logo, pois tenho medo de fraquejar; 17
10.  Quando tudo isso passar, vou fazer uma festa celebrando os feitos de Deus em favor da minha vida; 18
11.   Ele que vê tudo, fica sempre juntinho de mim, mesmo quando não percebo; 22
12.   Eu preciso que Deus se mobilize em meu favor, de preferência, que se seja logo; 23-24


ATITUDES PRÁTICAS PARA DESFRUTAR DA VERDADE DA PALAVRA DE DEUS
·        Ocupar de ouvir o que Deus tem a dizer, pois sua voz me deixa seguro em meio as minhas batalhas diárias;
·        Orar pelas pessoas que por qualquer razão, desejam  me ver fracassar;
·        Conhecendo as minhas fragilidades, vou ficar pertinho de Deus, pois Ele é forte;
·        Vou viver louvando o Senhor Deus, como uma forma de não me afastar dele em meio às lutas;
                                                                                   Walter da Mata

                                                                                    31/12/15
COMPARTILHE:

sábado, 26 de dezembro de 2015

FELIZ MALA VELHA!






Fui à loja para comprar uma mala novinha. Quero viajar para o réveillon, com uma mala sem uso algum. A mala  antiga tem histórias, já me acompanhou por vários lugares, de alguma forma já me cansei  dela, pois  ao mesmo tempo que me traz boas recordações, também me faz lembrar de momentos desagradáveis.
Então, adeus mala velha!
A questão, é que gerente da loja de malas, me informou que cada pessoa só recebe uma mala para a viagem da vida, e ao longo de tempo nós vamos colocando e tirando coisas de dentro dela; às vezes nos descuidamos e a deixamos meio  à vontade, mas não tem jeito, uma hora temos que pegar na alça da mala e ir em frente.
O problema é quando nossa mala perde a alça. Fica incômodo carregá-la, mas não deixa de ser a nossa mala.  Com alça ou sem alça, precisamos dela para entrar no novo ano. Então vamos arrumar a viagem!
Recoloque a alça. É o lugar da pegada. Sem um pegada firme, o novo ano não será  melhor que o que está findado.  Sua mala vai sendo empurrada de um lugar para outro e por todo mundo. Fica como se não tivesse dono. Então, vamos lá: defina para onde você e sua mala irão no novo ano.
Veja o que tem dentro dela. Se não há coisas ocupando espaços, que para onde você está indo não terão o mínimo significado, apenas acrescentam peso. Boa lembrança! Você sabe para onde está indo? Isso é muito importante para definir o que deve levar e tirar da mala. Que tal fazer um desapego agora? Liste algumas coisas que não devem ocupar espaços em sua vida no ano que está entrando.
Agora que você desocupou espaços mal utilizados, sobrou espaço para entrar o que de fato você precisa levar? Liste as coisas que não podem faltar no ano vindouro e corra para adquiri-las, pois o voo para o ano novo já está confirmado no painel.
 Pra terminar, quem pode abrir sua mala? É perigoso seguir viagem sem que mais alguém conheça o segredo de nossa mala, pois a memória pode falhar, acidentes acontecem, e é bom ter alguém por perto para nos lembrar o que não mais faz parte de nossa vida, mas que insistimos em contar com elas; e quais as coisas novas que inserimos e que precisamos colocá-las em uso, para não se tornarem inúteis. Em tempo, não caia nessa conversa de gente machucada, que sozinho é melhor. O rei mais sábio que já existiu, disse: “ai de quem estiver só”.
Já fomos informados que em poucas horas sai o voo para um novo tempo e os passageiros já devem se encaminhar para sala de embarque.  Boa viagem!
FELIZ MALA VELHA!
                                                                         Walter da Mata

                                                                               26/12/15
COMPARTILHE:

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

O BONECO E O HOMEM





Pinóquio é um boneco que tem o sonho em ser um menino de verdade. Aqui estão algumas falas do desenho de Walt Disney:
--- Boneco feito de pino, acorde, o dom da vida é seu. Diz a fada.
---  Então eu  sou um menino de verdade?  Pergunta o boneco.
--- Não, ser um menino de verdade é coisa que depende de você! Se você provar que é corajoso, sincero e generoso, um dia você serás um menino de verdade!
--- Isso não será fácil! Exclama o Grilo.
--- Precisa ter noção do certo e do errado! Lembra a bondosa fada.
--- Como vou saber? Pergunta Pinóquio.
--- Sua consciência lhe dirá! Responde a Fada.
--- O que é consciência? Outra pergunta do boneco que sonha em ser um menino de verdade.
O drama se desenrola e por fim  o Grilo falante recebe a incumbência de ser a consciência do boneco que desejava ser um menino de verdade. A Fada define bem o que é consciência:  É a Guardiã suprema do bem e do mal. Conselheira nos momentos de tentação e guia para indicar o bom  e o mau caminho.
Stu Weber, lembra que a jornada de nos tornamos homens de verdade, passa necessariamente pelas três exigências apresentadas a Pinóquio: Ser CORAJOSO, SINCERO E GENEROSO. (1)
O Grilo,  candidato a consciência, exclama: Não será fácil!  Já que não é fácil, aqui nasce o nosso desafio de deixarmos de sermos bonecos e meninos, e desejarmos nos tornar homens de verdade.
Corajoso: alguém que não foge diante dos enfrentamentos internos ou externos da vida. Tem um espírito firme diante de situações difíceis, tanto morais, como emocionais.  Aqui, a pessoa de Davi, que mais tarde se tornará rei de Israel, serve de modelo. Ainda menino, defendia, com risco da própria vida, as ovelhas da família de Jessé.  Depois, enfrenta Golias, em situação muito adversa, por entender que o nome de seu Deus estava sendo escarnecido  e o futuro de sua nação estava em perigo. Em seu treinamento para ser homem, não abandona suas ovelhas e irmãos nos momentos de luta.
Mas, talvez o maior enfrentamento de Davi, foi o dia em  enfrentou suas próprias mazelas, seus bichos ocultos, que o levaram a se apossar da mulher de Urias. Os Salmos 32 e 51, revelam um homem enfrentando a si mesmo. Enfrentar e matar os gigantes externos  é mais fácil que enfrentar os gigantes internos.

Para uma nação, em que a igreja não tem coragem de enfrentar seus males internos e externos, por ter aprendido a viver do subproduto da omissão, deixar de ser um boneco, para ser um homem de verdade,  não é fácil!

Sincero:  alguém que não só fala a verdade, mas anda de verdade;  na verdade que fala. Que não usa máscara em seus relacionamentos.  Às pessoas caminham ao seu lado por algum tempo, sabem quem ele é. Não são surpreendidos por uma face oculta, pois durante a jornada seu coração foi desnudado, tanto nos pontos em quem se reconhece vulnerável, como nas áreas onde tem se mostrado firme. É isso que apóstolo João caracteriza como andar na luz.
Não é fácil lidar com alguém, cuja  fala, não é compatível com as ações. Veja os passos de Ziba, administrador do espólio de Saul. Sua falta de integridade induziu o rei Davi a dar sentenças injustas. Diante do rei, tinha punha uma máscara de servo que honrava, fora da presença do rei, se revelava outro homem.

Nesses dias em que nossa nação é exposta por homens marcados pela mentira e o cinismo, deixar de ser um boneco, para se tornar homem de verdade marcado  por ter um coração sincero, não é fácil!


Generoso:  É a pessoa  capaz de deixar de lado seus próprios interesses para ajudar outra pessoa; quem tem bons sentimentos; de caráter nobre.  Age sem ter interesses próprios escondidos em suas ações. Ela mesma sabe disso, pois com base na sinceridade, não tenta mentir para si mesmo.  Isso não depende do quanto se tem, mas do que se é. Pois a generosidade não envolve apenas coisas e recursos financeiros, envolve tempo dedicado, coração disposto a ouvir e graça para ir ao encontro do outro. O Samaritano da parábola de Lucas 10, é modelo de generosidade: não havia expectativa de receber nada em troca.

Em tempos onde somos valorizados muitos mais pelas coisas que temos acumulado, deixar de ser um boneco para ser um homem de verdade, também não é fácil!

A vida é um dom de Deus, mas o que fazemos com ela, determina se somos apenas bonecos manipulados, ou se somos homens de verdade!  Que o desejo de Pinóquio de ser não apenas um menino, mas um menino de verdade, seja o meu e o seu, em relação à hombridade, não ser apenas homens, mas acima de tudo, homens de verdade.
                                                   Walter da Mata        25/12/2015
                                                                    (1) Companheiros de Luta. Cap 13





COMPARTILHE:

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015



       Paz na terra!
     Essa foi a proclamação angelical, mas todos sabemos que a paz começa dentro de cada um de nós, portanto, que nossos corações se abram para que o Rei da Paz possa morar.
      Desocupemos nosso interior de toda iram mágoa ressentimento, orgulho, avareza, idolatria, e todas as obras da carne descritas em Gálatas 5, só assim a casa estará pronta para receber o Rei.
      Feliz Natal e 2016 cheio de realizações!
      São os votos de todo corpo diretor da Manancial e de todos os membros da igreja.

COMPARTILHE:

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

O QUE EU APRENDI NO SALMO 32

Ministério da Saúde Espiritual, adverte:  pecados não confessados                              fazem mal a saúde!

1-      O que aprendi  sobre Deus?
  • Ele perdoa pecados; 2
  • Ele está sempre disponível para receber confissão e atribuir perdão; 5
  • Ele quer ser encontrado pela oração de súplica e louvor; 6 e 7
  • Ele deixa em confusão quem se opõe a Ele; 10
  • Ele ama e protege quem Nele confia; 10
  • Deus recebe com alegria o louvor de um coral de arrependidos; 11


2-      O que aprendi sobre mim?
  • Não existe maior felicidade que receber diariamente um “nada consta” da parte de Deus; 1
  • Quando escondo meus pecados, armazeno dores no corpo e angústias na alma; 3
  • Ter pecados ocultos é viver como ter um saco de cimento sobre a cabeça, até  mesmo quando estou dormindo; 4
  • A confissão remove esse peso instantaneamente; 5
  • O segurança do perdão me faz sentir protegido no meio de um tsunami; 6
  • Sem confissão, fugo de Deus; na confissão corro para Deus; 7
  • Posso contar, ensinar e dar conselhos sobre valor do perdão, pois eu mesmo já experimentei várias vezes; 8
  • Insistir em não confessar é agir como uma mula: age sem pensar; 9
  • Desafiar Deus trás angústias para alma, render-se a ele, é experimentar o amor; 10
  • Quem recebe perdão faz do louvor um estilo de vida; 11

3-      PRÁTICAS QUE TRAZEM SAÚDE!
  • Não fazer da minha vida um lixão de pecados ocultos;
  • Fazer da confissão um estilo de vida;
  • Lembrar todos os dias que sou um homem pecador; mas não sou um mula teimosa que sofre, mas não submete;
  • Compartilhar minhas experiências de como a  confissão e o  perdão me trouxeram saúde e removeram pesos das minhas costas;
  • Louvar todos os dias o perdão recebido;


                                                                                                                       
Walter da Mata 18/12/15
COMPARTILHE:

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

SALMO 28

MEDITAÇÃO DEVOCIONAL

1-O que revela sobre a pessoa de Deus

Ele é minha rocha – lugar seguro; 1
Ele ouve;  2 e 6
Ele trata de modo diferente os justos e os ímpios; 3 e ; 4
Ele é a fonte de força do seu povo; 7 e 8
Ele socorre quem confia nele; 7
Ele é castelo forte que me protege; 8
Ele salva, Ele abençoa, Ele honra e Ele cuida; 8

2- O que fala sobre quem não teme a Deus

Serão arrastados numa avalanche para longe; 3
Com a boca falam uma coisa, no coração tem  pensamentos contrários; 3
Serão retribuídos conforme seus feitos; 4
Eles não percebem os feitos de Deus; 5
Deles só restará ruínas; 5

3- O que fala sobre mim

Não suporto ficar sem ouvir a voz de Deus; 1
Não ouvir Deus é o mesmo que estar sepultado vivo; 1
Para atrair Deus, clamarei e levantarei as mãos em adoração;  2
Não serei levado na avalanche dos ímpios; 3
Louvo a Deus porque o silêncio dele dura só um pouquinho; 6
É em Deus que me fortaleço e me protejo dos ataques 7
Por isso vivo celebrando com louvor  e tenho um coração alegre; 7

4- Atitudes práticas que preciso ter

Vou levar a ele minhas súplicas mesmo que no momento não perceba sua resposta;
Vou cantar louvores ao Senhor  com um coração grato;

                                                                                                 Walter da Mata  11/12/15




COMPARTILHE:

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Algumas Reflexões de um encontro com Rick Warren


Introdução do Vinicios
Estava limpando algumas pastas e jogando fora alguns materiais antigos que não preciso mais e encontrei um texto que o Pr. Mário me mandou há alguns anos.

Era uma lista frases anotadas durante um congresso que o Pr. Rick Warren (EUA) foi o preletor. Ele é fundador da Saddleback Church, que começou com ele e a esposa e hoje é uma das maiores e mais influentes igrejas dos Estados Unidos.

Já faz alguns anos e embora o congresso tivesse foco na liderança, a sabedoria e inspiração que tocaram o Mário naquela época me tocaram de novo enquanto lia.

Espero que toque você também.

Super frases:


  • Não desista.
  • Concentre-se em edificar grandes homens e Deus se encarrega de edificar uma grande igreja.
  • Não desista.
  • O mundo precisa de pastores que sejam modelo de generosidade, não de prosperidade.
  • Não desista.
  • O corpo de Cristo está deformado, sem mãos nem pés, mas com orelhas grandes uma boca enooooooooooooooooooooorme.
  • Não desista.
  • Chega de sermos conhecidos como um povo que é contra alguma coisa. Temos de ser a favor de alguma coisa.
  • Não desista.
  • Devolvi o meu salário de pastor dos últimos 25 anos. Na semana seguinte fui entrevistado pela maior revista americana e pude dizer na cara da entrevistadora que servia de graça há 25 anos. Valeu cada centavo ver a cara dela.
  • Não desista.
  • Maturidade espiritual é saúde. Saúde pode ser medida. Se o médico consegue fazer exames e medir minha saúde, meu pastor tem que conseguir medir minha saúde espiritual.
  • Não desista.
  • Deus tem sim filhos favoritos. Creia nisso. MAS SAIBA: quem decide ser favorito Dele é você. Deus procura filhos disponíveis, e isso é decisão. (2 Crônicas 16:9a)
  • Não desista.
  • Crescimento espiritual não é mito, não é acidente, não é automático. É uma decisão, é sazonal, é progressivo, leva tempo, dói, custa caro, não pode ser terceirizado, é individual, não tem nada a ver com quanto tempo faz que está tentando, tem tudo a ver com o QUANTO e como está tentando, e se não der fruto não é crescimento.
  • Não desista.
  • Deus faz um cogumelo em 6 horas e uma figueira em 60 anos. Decida se quer que sua igreja seja um cogumelo ou uma figueira.
  • Não desista.
  • Ser grande e ter posição de destaque é uma coisa e ser importante é outra. Por exemplo, meu nariz é enorme e proeminente mas eu posso viver sem ele. Já meus rins são pequenos e estão bem escondidos, mas são muito relevantes. Sem eles eu morro.
  • Não desista.
  • Ter poder e influência não é pecado e não é egoísmo. MAS isso não tem nada a ver comigo. Deus nos dá influência e poder para que possamos falar por aqueles que não tem poder nem influência algum.
  • Não desista.
  • Comecei minha igreja com um membro (minha esposa). No primeiro sermão ela reclamou que foi muito longo. Hoje temos cadastrados mais de 29.000 membros em 3600 células que reúnem perto de 100.000 pessoas em 68 municípios ao redor. Na celebração de aniversário da igreja passaram 44.500 pessoas. NÃO DIGA que não sei o que você está passando, minha igreja já foi do tamanho da sua.
  • Não desista.
  • Gosto da ideia de um visitante me ver pelos corredores da igreja e perguntar "quem é esse cara?" e algum membro responder "é o Pr. Rick, ele está aqui há 30 anos".
  • Não desista.
  • Conheço velhos imaturos e jovens maduros. São coisas separadas. Creio fielmente que pastoreio a igreja mais madura dos EUA, mas isso não tem nada a ver comigo. Tem a ver com o propósito de Deus para aquelas vidas. Damos frutos e isso demonstra nossa maturidade.
  • Não desista.
  • Quando escrevi Uma Vida com Propósitos, tirei uma licença de 7 meses da igreja. Preguei duas vezes nesse tempo todo. Nesse ínterim, batizaram 800 pessoas. Sabe porque? Porque nunca edifiquei uma igreja ao redor de mim (personalidade) mas ao redor de propósitos. Eu não faço falta, os propósitos sim.
  • Não desista.
  • Ando no mesmo carro fazem 9 anos. Ganhei milhões com o sucesso do livro. Muitos milhões. O que mudou? Posso dar mais. Tenho o mesmo salário, moro na mesma casa, paguei minha passagem para estar aqui com vocês, pago meu hotel e minha comida. Tenho dois ternos. Gostou desse?
  • Não desista.
  • Dia 16 de agosto vou mediar o primeiro debate entre os dois candidatos a presidente dos EUA. É provavelmente o posto mais poderoso do mundo atual. Sabe porque me chamaram? Nem eu, mas se Deus quis eu PRECISO fazer algo a este respeito. Aquele país precisa do Senhor e eu preciso fazer algo sobre isso.
  • Não desista.
  • Dei uma coletiva de imprensa agora há pouco, vindo para cá. Um repórter brasileiro perguntou se eu considerava me candidatar a algum cargo político na Califórnia. Eu respondi que EU JAMAIS DEIXAREI DE SER PASTOR PARA ASSUMIR UM CARGO MENOS IMPORTANTE OU DE MENOS RELEVÂNCIA (INFLUÊNCIA). Isso seria decadência.
  • Não desista.
  • No final do primeiro ano de ministério desmaiei pregando num culto de natal. Tive depressão. Fiquei esgotado. Estava decepcionado. Mas não desisti. Nunca. Toda segunda-feira penso em desistir, mas isso já tem 28 anos.
  • Nunca desista.
  • Não tenho todas as respostas. Estou tremendamente ocupado com as que já tenho.
  • Não desista.
  • Amo pastores. Quero ser amigo deles, equipá-los, treiná-los. Confio em pastores. Sou neto de missionário, filho de pastor, genro de pastor. Como eu poderia ser outra coisa? Por isso mesmo criei uma igreja pra quem não gosta de igreja e não simpatiza com pastores.
  • Não desista.
  • Moro perto da praia. Quando a maré baixa, a areia fica horrível, suja, cheia de problemas. Seu ministério está assim? Ok. Lembre-se que a maré volta.
  • Não desista.
  • Fui aumentando meu dizimo 1% por ano. Hoje, com o dinheiro que ganhei com o livro, dou 90% e vivo com 10%. Mas não estou feliz, quero dar 99% e viver com 1%. O mundo precisa de exemplos de generosidade.
  • Não desista.
  • Estou perdendo para Deus há 33 anos. Eu dou, Ele me dá mais. Eu dou mais, Ele me dá mais ainda. Nunca consigo dar mais que Ele. Faço questão de ser, na minha igreja, quem mais dá - seja dinheiro, tempo, oração, não me importa. Quero ser um exemplo de generosidade em tudo.
  • Não desista.
  • Os holofotes deixam a gente meio cego. Preciso sair de cena de vez em quando, se não serei um cego.
  • Não desista.
  • Jesus convidava seus seguidores com "Venha e veja". Com o tempo isso se tornava "Venha e morra". O nome disso é discipulado.
  • Não desista.
  • Jesus amou a todos, treinou e enviou 70, discipulou 12 e mentoreou somente 3. Quanto mais apertado o círculo mais profundo o relacionamento e a responsabilidade.
  • Não desista.
  • Não desista.
  • Não desista.
Transcrito do ICHTUS
Autorizado por Vinícios Torres 
Pr Mario Fernandez vive em Curitiba desde 1994, onde desempenha seu ministério local com ensino, liderando células, discipulando homens e ministrando a Palavra. É casado desde 1989 e pai de dois filhos. Dirige uma empresa de desenvolvimento de software e dá consultoria para gerenciamento de projetos de eng
enharia. Escreve devocionais para o ICHTUS há 13 anos
COMPARTILHE:




MEDITAÇÃO SALMO 27
 Walter da  Mata

O que fala sobre a pessoa de Deus?
Deus é luz, Deus  é Salvação, Deus é Força;  1
Deus  abre espaço para que o homem Habite com Ele;  4
Deus é cheio de esplendor;  4
Deus protege os seus;  5
Deus recebe Louvores; 6
Deus ouve;  7
Deus se compadece;  7
Deus não abandona os seus;  10
Deus é professor;  11
Deus em sua bondade  fará  coisas boas na terra; 13

O que fala sobre mim?
Ele é minha salvação, Ele é minha luz, eu não preciso viver no medo, a força para eu viver vem de Deus; 1
Eu sofrerei ataques internos e externos, mas confiarei minha vida a Deus;  2-3
Eu peço a Deus para morar sempre na presença dele  e busco isso todos os dias; 4
Eu contemplo  a esplendor de Deus,eu aprendo quando estou com Ele e fico meditando como ele pode me aceitar; 4
Haverá o dia da adversidade.  Eu me abrigarei na intimidade de Deus;  Ali sou posso cantar e jubilar como quem está abrigado em um montanha de pedra. 6
Minha relação com Deus é de amigo: eu falo, Ele me escuta e me responde se compadece; 7
O meu coração tem desejo de intimidade com Deus; 8
As vezes vou deixar Deus irado, nessa hora não quero ficar longe Dele, pois eu amor é maior que sua ira; 9
As pessoas mais íntimas podem se afastar de mim, Deus nunca fará isso comigo; 10
Eu aprendo com Deus como transitar em meio as adversidades; 11
Existem forças desejando me destruir, mas Deus não deixa elas me pegarem; 12
Antes de morrer, verei muita coisa boa que Deus vai fazer na terra; 13
Por isso vivo animado e fortalecido, pois minha esperança é o Senhor; 14

Que práticas devo ter em função disso?

Não viver no medo; 1, 3,
Ser intencional nos meus pedidos e onde vou investir energia física e emocional; 4
Não me afastar da presença dele;  5, 6
Ter um estilo de vida de louvor, júbilo e adoração; 6
Aprofundar pela oração e meditação minha intimidade com Deus;  4 e 7
Prestar atenção aos gemidos de meu coração e levá-los a Deus; 8
Não esconder meus pecados, mas correr para Deus; 9
Buscar na Palavra de Deus o roteiro da vida; 11
Ter visão positiva da vida e esperar o agir de Deus; 13 e 14


                                                                                                                                Meditação 10/12/15
COMPARTILHE:

sexta-feira, 27 de novembro de 2015


SONRISAL DA SAUDADE!

          

Amigos podem zoar das mancadas dos outros amigos. Elas nos aproximam, pois onde não existe espaço para “caçoar”, não existe liberdade de alma.
         É assim que me lembro de meu amigo Adauto de Souza. Carioca, negro cheio de manha, nascido em Nova Iguaçu, bem humorado e pai de uma família cuja marca registrada é o sorriso largo e longo. Hoje, dele tenho lembranças e saudades, pois nos deixou há mais de dez anos.
         Nos anos 80, ele contava, rindo de si mesmo, a sua história hilária. Ainda garotão, vindo do interior para a cidade do Rio de Janeiro, famosa por boa malandragem, onde ninguém se deixava passar por bobo, ele observava todos os gingados,  modo de falar e as gírias, a fim de não demonstrar ser do interior e abrir brechas para ser passado para trás. Foi ao cinema pela primeira vez em sua vida. Conhecia apenas, pelo que ouvia dizer, tudo ali era mistério para o meu amigo, mas estava determinado não se deixar parecer arigó.
         Eram tempos de divulgação do “Sonrisal”, belas moças distribuíam a novidade na porta dos cinemas para tornar o produto conhecido. Meio assustado, recebe o produto e entra para seu primeiro filme.         Luzes se apagam, o som invade o ambiente e as imagens gigantes encantam seus olhos.  Ansioso com todas as novidades, lembrou-se que deveria ter comprado algumas balinhas para degustar durante a sessão. Agora era tarde, quem entra não sai e se sair tem que pagar novamente.
         Bingo! Lembrou-se do prêmio que recebera na entrada do filme. Abre a embalagem e começa a degustar o produto. Surpresa! Em poucos instantes, espuma efervescente  começa a sair de sua boca e nariz; lágrimas insistiam em rolar pelo seu rosto e não teve outra opção: passa apressado pelos corredores escuros, em busca das saída, pois estava sendo sufocado pelo Sonrisal.
         Isso tornou-se motivo de zoeira entre nós, pois sempre que estávamos juntos e algo novo nos era apresentado para comer, a história voltava à tona. Assim são os amigos, se permitem conhecer pelas mancadas que fazem parte de sua história, mas que trazem boas risadas, mesmo quando eles nos deixam para sempre.
            Saudades do rei do riso!





COMPARTILHE:

quarta-feira, 18 de novembro de 2015











SAUDANDO A MANDIOCA

Saudemos a Manihot esculenta
Tuberosa e energética
Segredo que habita  casa de Mani
Deusa benfazeja do irmão Guarani

Aipim que sustenta o valente Tupi
No norte caboclo, farinha de Suruí
Sufoca a paixão  do Tupinanbá
Bebendo cauim, a dor vai passar

Na força do braço, trabalha o pilão
Moendo a Mandioca, da terra o pão
Da massa pro bolo, polvilho e  angu
Rico e pobre, comem beiju.

Minha  saudação a Mandioca

Walter da Mata 18/11/15
COMPARTILHE:

sexta-feira, 18 de setembro de 2015


GATOS APAIXONADOS

            Após um dia exaustivo de trabalho, no melhor da madrugada, meu sono é interrompido por um romance felino. Dois amantes resolveram fazer um ensaio de juras de amor ao pé da janela do meu quarto; e nem precisa perguntar o quanto isso me incomodou. Acendi a luz da varanda na esperança de que os gritos do cio fossem interrompidos. Sem sucesso, o romance prosseguia a todo gás.
            Precisava dormir, uma jornada de trabalho me aguardava e não podia permitir que dois bichanos enamorados estragassem meus compromissos profissionais. Então, conspirando contra o amor, parti para o ataque: afastei a cortina, desenhei as coordenadas dos amantes, fui até a cozinha e preparei um balde cheio de água fria, pois dizem que um banho de água gelada, principalmente involuntário, é anti afrodisíaco. A guerra ao amor estava declarada.
            Puxei sorrateiramente  a cortina e com ímpeto, joguei toda a água sobre os bichanos. Bingo! O tiro saiu pela culatra, pois toda água voltou sobre mim, molhando meu pijama e molhando móveis e escorrendo pelo piso. Por um simples detalhe: esqueci de abrir a janela.
            Elizabete  ameaçou sorrir e eu ameacei de volta, caso ouvisse um risinho. Claro, ela sorriu com o rosto coberto pelo edredom.  Os gatos foram embora, penso que sorrindo, diante de minha pequena falhae eu fui limpar toda bagunça armada no meio da madrugada. Hoje, mais de trinta anos depois, ainda damos risadas sobre isso.
            Tudo por causa da transparência do vidro, pois ela me permite ver o que está do outro lado, mas não me permite ver o objeto que é transparente. Quantas pessoas, além de mim,  já bateram com a cara em uma porta de vidro?  Com certeza muitas.
            Aqui, comento a transparência ontológica: são as coisas que fazemos no automático. Já fazem parte de nossa vida e que não paramos para pensar ao fazê-las. Você, alguma vez, já saiu dirigindo o seu carro e, quando chegou ao destino, descobriu não se lembrar dos detalhes do trajeto? Comigo já. Cheguei ao final da Asa Sul, em Brasília, vindo de Sobradinho e não me lembrava de ter passado pelo buraco do tatu, um pequeno túnel no cruzamento dos eixos. São comportamentos costumeiros que nós mesmos não percebemos.  É o vidro da minha janela.
            Fora da dimensão física, temos nossas janelas transparentes, que são comportamentos, emoções, ações e reações que não percebemos. A gente não vê.  Podemos ser inconvenientes, sarcásticos, mordazes, rígidos, mentirosos e mais uma série de coisas que incomodam os outros, mas que a gente não vê e por isso não nos preocupamos com a mudança. 
            Aqui entra um ponto relevante, ensina pelo Dr. Homero Reis: Só podemos intervir no mundo que podemos enxergar.  Eu não vi a vidraça, por isso não intervim, mas isso não a impediu de devolver toda a água sobre mim, e não naquele momento a transparência foi quebrada. O fato de não enxergar um problema em mim, não significa que ele não exista e que não cause problemas aos circunstantes.
            A gente sempre conhece alguémque por onde passa acontece os mesmos problemas, instalam as mesmas crises relacionais e esse alguémtem sempre boas explicações.  Está sempre olhando para fora, vendo nos outros os gatos que incomodam, mas não vê a vidraça que o deixa cego, pois ela é transparente. A vidraça somos nós e tudo que nos constitui.
            Muitos fatos acontecem em nossa vida com o propósito de quebrar nossa cegueira sobre nós mesmos  e levar-nos a olhar não mais na vidraça, mas no espelho, pois eles costumam ser cruéis, mas verdadeiros. Daí vem a necessidade nos relacionamentos, ter alguém perto da gente, a quem delegamos  autoridade para jogar água na vidraça que não vemos.
Agradeça aos gatosque te incomodam na madrugada!
Agradeça os problemas que estão acontecendo em sua vida!
Agradeça aos amigos que te dizem aquilo que te incomoda!
Pois eles te ajudam a distinguir o  mundo que você não vê, mas que está gritando por necessidade de mudança.
Grato aos dois felinos anônimos, que até hoje me fazem sorrir e aprender.

Walter da Mata



COMPARTILHE:

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

MASTER COACH

A BAIXO MINHA TURMA DE PÓS GRADUAÇÃO
DIA MUITO ESPECIAL.
ENCERRAMENTO DA FORMAÇÃO ACADÊMICA EM COACH ONTOLÓGICO.

Eu disse acadêmica, pois um coach nunca deixa de aprender

Depois de uma jornada de 18 meses, com aulas em finais de semana, grupos de estudos, grupos de trabalho, oficinas,
sessões de coaching individuais, coaching coletivo, supervisões, "cozinhas", coaching empresarial, muita amizade,
respeito pelas diferenças, construção de amizades, vencemos e não tivemos professores, tivemos sacerdotes que nos
acompanharam na jornada.
Meus amigos de jornada: Bete, Thay, Jú, Amanda, Expedito, Rafa, Kare, Sol, Andressa, Claudia, Elcio, Paty, Didi,
Dudu, Andrea, Fernanda, Isabela (não pode estar na foto)
Gratidão: a todos os mestres, pessoal de suporte, nossos "cobaias" e os de casa que quase
não nos viram em casa nesse tempo de estudos.
Mestres na foto: Homero e Claudia.


COMPARTILHE:
Ministrando no Encontro de Casais
 Igreja Metodista de  Ceilândia



Pastores Neiviton e Mary

Dias 7 a 9 de agosto de 2015



Local: Hotel Vila Velluti- BR 060

         Comunicação no Casamento
           Celebrando a intimidade sexual

Foram momentos agradáveis, onde Deus repartiu sua graça e seu poder para curar, restaurar e criar novos horizontes.
Tivemos a oportunidade de compartilhar com alguns casais de forma individualizada e também  celebrar o amor em momentos festivos.
Foram momentos de refrigério para mim e para Bete.

Parabéns a Equipe organizadora!
Joguei o meu laço e capturei
essa linda morena!
Momento de cura!
Pastor Ney e Mary celebrando o amor!

Música de raiz celebrando o amor



COMPARTILHE: