NAVEGUE AQUI

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

O BONECO E O HOMEM





Pinóquio é um boneco que tem o sonho em ser um menino de verdade. Aqui estão algumas falas do desenho de Walt Disney:
--- Boneco feito de pino, acorde, o dom da vida é seu. Diz a fada.
---  Então eu  sou um menino de verdade?  Pergunta o boneco.
--- Não, ser um menino de verdade é coisa que depende de você! Se você provar que é corajoso, sincero e generoso, um dia você serás um menino de verdade!
--- Isso não será fácil! Exclama o Grilo.
--- Precisa ter noção do certo e do errado! Lembra a bondosa fada.
--- Como vou saber? Pergunta Pinóquio.
--- Sua consciência lhe dirá! Responde a Fada.
--- O que é consciência? Outra pergunta do boneco que sonha em ser um menino de verdade.
O drama se desenrola e por fim  o Grilo falante recebe a incumbência de ser a consciência do boneco que desejava ser um menino de verdade. A Fada define bem o que é consciência:  É a Guardiã suprema do bem e do mal. Conselheira nos momentos de tentação e guia para indicar o bom  e o mau caminho.
Stu Weber, lembra que a jornada de nos tornamos homens de verdade, passa necessariamente pelas três exigências apresentadas a Pinóquio: Ser CORAJOSO, SINCERO E GENEROSO. (1)
O Grilo,  candidato a consciência, exclama: Não será fácil!  Já que não é fácil, aqui nasce o nosso desafio de deixarmos de sermos bonecos e meninos, e desejarmos nos tornar homens de verdade.
Corajoso: alguém que não foge diante dos enfrentamentos internos ou externos da vida. Tem um espírito firme diante de situações difíceis, tanto morais, como emocionais.  Aqui, a pessoa de Davi, que mais tarde se tornará rei de Israel, serve de modelo. Ainda menino, defendia, com risco da própria vida, as ovelhas da família de Jessé.  Depois, enfrenta Golias, em situação muito adversa, por entender que o nome de seu Deus estava sendo escarnecido  e o futuro de sua nação estava em perigo. Em seu treinamento para ser homem, não abandona suas ovelhas e irmãos nos momentos de luta.
Mas, talvez o maior enfrentamento de Davi, foi o dia em  enfrentou suas próprias mazelas, seus bichos ocultos, que o levaram a se apossar da mulher de Urias. Os Salmos 32 e 51, revelam um homem enfrentando a si mesmo. Enfrentar e matar os gigantes externos  é mais fácil que enfrentar os gigantes internos.

Para uma nação, em que a igreja não tem coragem de enfrentar seus males internos e externos, por ter aprendido a viver do subproduto da omissão, deixar de ser um boneco, para ser um homem de verdade,  não é fácil!

Sincero:  alguém que não só fala a verdade, mas anda de verdade;  na verdade que fala. Que não usa máscara em seus relacionamentos.  Às pessoas caminham ao seu lado por algum tempo, sabem quem ele é. Não são surpreendidos por uma face oculta, pois durante a jornada seu coração foi desnudado, tanto nos pontos em quem se reconhece vulnerável, como nas áreas onde tem se mostrado firme. É isso que apóstolo João caracteriza como andar na luz.
Não é fácil lidar com alguém, cuja  fala, não é compatível com as ações. Veja os passos de Ziba, administrador do espólio de Saul. Sua falta de integridade induziu o rei Davi a dar sentenças injustas. Diante do rei, tinha punha uma máscara de servo que honrava, fora da presença do rei, se revelava outro homem.

Nesses dias em que nossa nação é exposta por homens marcados pela mentira e o cinismo, deixar de ser um boneco, para se tornar homem de verdade marcado  por ter um coração sincero, não é fácil!


Generoso:  É a pessoa  capaz de deixar de lado seus próprios interesses para ajudar outra pessoa; quem tem bons sentimentos; de caráter nobre.  Age sem ter interesses próprios escondidos em suas ações. Ela mesma sabe disso, pois com base na sinceridade, não tenta mentir para si mesmo.  Isso não depende do quanto se tem, mas do que se é. Pois a generosidade não envolve apenas coisas e recursos financeiros, envolve tempo dedicado, coração disposto a ouvir e graça para ir ao encontro do outro. O Samaritano da parábola de Lucas 10, é modelo de generosidade: não havia expectativa de receber nada em troca.

Em tempos onde somos valorizados muitos mais pelas coisas que temos acumulado, deixar de ser um boneco para ser um homem de verdade, também não é fácil!

A vida é um dom de Deus, mas o que fazemos com ela, determina se somos apenas bonecos manipulados, ou se somos homens de verdade!  Que o desejo de Pinóquio de ser não apenas um menino, mas um menino de verdade, seja o meu e o seu, em relação à hombridade, não ser apenas homens, mas acima de tudo, homens de verdade.
                                                   Walter da Mata        25/12/2015
                                                                    (1) Companheiros de Luta. Cap 13





COMPARTILHE:

4 comentários:

  1. Simplesmente excelente!!! Excepcional!!! Maravilhoso artigo, Pastor Walter!!! Bênçãos!!!

    ResponderExcluir
  2. Deus criou o homem e deu a ele a sabedoria,após ler o testo completo vejo um homem que Deus escolheu para ensinar com sabedoria seguir os passos de Jesus!!!
    Dario Alcantara, via facebook

    ResponderExcluir
  3. Sábias palavras, meu pastor querido!
    Ser homem generoso, pelos padrões do Mestre, é minha busca diária e a luta tem sido grande!
    Não viver de discursos mas de práticas.
    Mas tenho sido recompensado ao ver uma melhorar em todos meus relacionamentos.
    Conselhos e exwmplos como esses que o senhor coloca em seu texto, tem me ajudado.
    Obrigado

    ResponderExcluir
  4. A desproporcionalidade entre Davi e Golias leva-nos a imaginar que Davi era corajoso, louco ou um jovem de fé. Acredito que ele foi munido desses três componentes para poder livrar sua nação da afronta do gigante, mas que mais contribuiu foi sua fé. O nosso país precisa com urgência de homens que não se rendam às afrontas e ameaças do gigante.

    ResponderExcluir