NAVEGUE AQUI

sábado, 11 de maio de 2019

Se as mães fossem...






Se as mães fossem flores,
Poderiam ser rosas, hortênsias
Ou as simples margaridas
Mas que fossem sempre vivas!

Se as mães fossem astros
Poderiam ser lua estrelas
Ser o sol que surge todo dia
Mas nunca passassem com os cometas

Se as mães fossem árvores
Poderiam ser belas como ipês
Brancos, roxos, rosa e amarelos
Mas centenárias como os carvalhos

Se as mães fossem fontes
Poderiam ser arroios ou igarapés
Rios calmos ou belas cachoeiras
Mas sempre abundantes como os mares

Se as mães fossem o tempo
Encarnariam todas as estações
Primavera, verão, outono e inverno
Então não passariam, seriam eternas

Mães são humanas, anjos temporais
Belas como as flores, luminosas como astros
Fortes como árvores, fonte perene de vida
Necessárias como as estações

Vieram pra ficar, no corpo e no coração
Seja o filho adulto ou de tenra idade
Quando na terra encerram sua missão
É boa recordação, uma canção de saudade!

Walter da Mata            11/05/2019



COMPARTILHE:

Nenhum comentário:

Postar um comentário